Feeds:
Posts
Comments

Até o final desta semana o blog volta com tudo e conta a experiência do trekking  no Butão, ou melhor dizendo, o país que se auto-intitula Dragão Trovejante no idioma original. Bjs e até lá.

CASA 92

Fui toda animadinha na Casa 92. Sabe aqueles dias que você quer bater cabelo? Rodar a baiana? Se soltar na pista? Baixar a pomba gira?  Então….eu tava nesse mood…..

…. mas que lugar devagarzinhooooooo.   E caipirinha a 25 “real” não pode!

Uma casa bacana, bem decorada, mas aquele povo bebendo em pé…música naaaada dançante….só aquela coisa meio de fundo, mas que é alto então não é tão de fundo e você fala meio que gritando.

Sente só….

Fiquei ali meio sem objetivo… meio vagando sem ter o que fazer  com toda aquela minha energia. E dei uma volta no lugar…..

LAREIRA

COMEÇO DA NOITE…….

 

E BOMBANDO                                                                                                                   

 

COZINHA

OLHA O CHARME DESSAS VELASZINHAS….

MINIATURA DE JACKED POTATO  NO   TERRAÇO BACANA

Enfim. Lugar legal se o seu negócio é ficar em pé  bebendo e olhando em volta….   AAaaaaahhhh    !!!!  Os fumantes devem adorar pois como tem essa enorme área externa,  a galera fica super à vontade pra soltar a fumacinha….

O que falta pro meu gosto é mais música e melhores preços.  Vale a visita,  mas volto nããaããão…..

O Blog parou hoje pra assistir a votação no STF pelo site G1.

Voto da MINISTRA CARMEM LUCIA MATOU A PAU !!!!  Essa mulher sabe tudo de lei eleitoral !!!!

Essa blogueira ASSINOUUUUUU  O FICHA LIMPA  e acredito que essa votação é super importante para o nosso país!  Acompanhando e torcendo loucamente para que a Lei seja considerada constitucional e de aplicação  imediata. Já Nessas eleições !!!!!!

JAZZ NOS FUNDOS

Outro dia fui em um lugar bacana…..nos fundos….beeeeem nos fundos…de um estacionamento….note na entrada do estacionamento o carinha deitadão na cadeira assistindo televisão…

E o  fusquinha? Era a coisa mais linda do estacionamento…..praticamente uma Gisele Bundchen….olha o charme, as curvas e a desinibição ….

Aí você passa por um corredor pouco iluminado e com uns quadros bacanas…..

Gostei desse aí….quaaaaase carrego….

Vai evoluindo pelo corredor no meio daquele climazinho escurinho e de burburinho……

E mais lááááááá no fundo….

TUDO DE BOOOOOM !

Teve John Coltrane, Chet Baker, Bolero de Ravel ….emocionante e catártico! Lugar pequeno e lotado, mas agradável. Um povo bacana vestido de uma forma despojada…ao menos para Sampa né…hehehhe…

Recome(iiii)ndo ! O desafio é passar na rua e detectar o lugar…não tem uma placa, uma indicação….nada…..fique de olho em uma entrada de estacionamento agitada….entra e sai inexplicável de pessoas a pé…..é bem provável que você então acerte o lugar,   é certo que o som será bom, o atendimento simpático e a birita boa.  Agradeço a dica ao meu amigo Fabio, que sabe tudo de jazz.

BOLERO DE RAVEL

SIMPLY JAZZ

Festa boa demais! Pra começar aquele cenário maravilhoso do Rio de Janeiro. Aterro e vista para o Cristo Redentor….coisa linda! Aí você vê aquela fila enoooorme. E não anda. E não anda mesmo. Resolve checar na bilheteria o que acontece. Cada hora uma desculpa. “Ingresso acabou e a supervisora foi pegar mais”…ah tá. Passa o tempo e a fila anda um pouquinho…e aquela friaca. E você no salto. Olha em volta e já percebe o público: 95% gay . Homens lindos, cheirosos e educados. Será que festa boa agora é só festa gay? Umas garotas “patricinhas” em grupinhos, uns héteros já meio bebuns. E a fila não anda. Você volta na bilheteria. Virou tumulto. Uma galera perto da bilheteria. Furação de fila total. Bagunça. Depois que vários furaram e a bagunça está instalada os seguranças resolvem agir e organizam a fila com aquelas grades móveis. Vamo lá então. Talvez agora a gente entre. Depois de 2 horas de fila, às 3 da manhã entramos. ENTRAMOS NO PARAÍSO ! Aí entendi aquele povo lá fora aflito, quase se estapendo pra entrar. A “patricinha” chorando pra comover o segurança. As “sapinhas”  aguardando com paciência. Os bofes tensos.

Lá dentro era muita música brasileira. Todo mundo cantando e dançando. Os casais gays, homens e mulheres desinibidamente namorando. Estas últimas em quantidade nunca antes vista por mim, juntas no mesmo lugar… me deu muita satisfação.  Finalmente estamos chegando em um equilíbrio nesse jogo. Só homen gay e mulher bonita hétero está tornando o mundo muito competitivo… rsrsrsrrs. Os héteros quase imperceptíveis mas marcando certa presença aqui e ali. Aí vi o Gianecchini! Bonitão, alto, feliz dançando. Aquele povo gay deixa ele em paz. Ele e a loura bonitona que estava com ele. Num outro canto o Zeca Camargo com um grupinho de amigos. Como não vejo muito televisão e não sou ligada em celebridades só reconheci esses dois mesmo. E o bacana é que deixaram eles em paz. Deve ser um alívio e tanto curtir sem ser pentelhado por paparazzi, fãs inconvenientes….tudo de bom…….Ninguém me incomodou também…..hahahhahaha

Você tem uma idéia no video que coloquei aí pra você. Note que  A COISA terminou lá pelas 7 da matina….

Estou devendo este post da The Week tem duas semanas e tem um pessoal me cobrando querendo muito ver o que acontece por lá…..rsrsrsrrs

A The Week para um hétero é como aterrisar em um outro planeta. Um outro planeta povoado de pessoas bonitas, bem produzidas, interessantes e cheirosas. Vale um comentário no quesito produção….a produção tanto pode ser exuberante desfilada por um ou outro “mulherão”,  que olhando bem tem uns pés e mãos um tanto grandes para ser um exemplar original do gênero feminino, quanto pode ser uma produção minimalista a ponto de você se sentir na Praia de Ipanema em frente à Farme. Aquela profusão de torsos nus, malhados, lisinhos sem pelos, te dão a impressão de que você está na praia e que houve um eclipse solar que deixou tudo às escuras.  Para uma mulher é um lugar onde ninguém se sente feio, gordo ou velho, pois não há o clima de paquera e concorrência característicos da noite. É relax total. É como estar em uma festa com amiguinhas.  Notei que a mulherada de uma forma geral estava com os modelitos “guerra total”. Do tipo que só dá mesmo pra usar em uma balada “entre amigas” senão seriam certamente atacadas. Se você tem aquele modelito sem vergonha total e nunca ousou vestir, a The Week é o lugar.

O ambiente  é enoooooorme e tem uma área externa para fumantes. Mas esse pessoal nem fuma gente!  Vi pouquíssimos fumantes! A área externa tem uma piscina bem cuidada com alguns bares em volta e demos a sorte de pegar uma lua cheia.

MAS ATENÇÃO!  Ahhhhh…existem surpresinhas espalhadas por ali. Alguns héteros desgarrados (e quero acreditar que curiosos) marcam presença  aqui e ali. O interessante é que os héteros se concentram em uma das pistas….a pista menor e que na noite em que fui a DJ era uma mulher. Observando melhor creio que entendi o mistério: é exatamente a pista menos cheia e onde não estão os ma-ra-vi-lho-sos gogoboys mostrando o seu gingado. Pra homem também não deve ser fácil disputar com o visual malhado e gingante dos gogoboys. Deve rolar uma deprê e  arrependimento, quem sabe, de não ter se empenhado na academia; mas com certeza momentâneo, pois observamos alguns exemplares de hétero sem blusa, rebolando a barriguinha e fazendo estilo sensual-engraçado-não tô nem aí. Foi hilário. Também tiveram seu momento.

Pra mulherada pouco importa, até porque a idéia das que vão ali é principalmente dançar mesmo. Pra mim o melhor mesmo foi a pista com aqueles Adonis gingando. Nada melhor que dançar e observar esses caras lindos dançando. Checa só.

ALL BLACK

Esta semana foi noite de “All Black”.  Foi uma saída despretensiosa, com muito frio e uma chuvinha chata e desanimadora. Mas o Projeto da Noite Paulistana é um compromisso sério…! Então saímos em direção ao Vaca Véia, mas no meio, mudança de planos e caímos em um bar nos Jardins chamado All Black…..Jeitão de pub….público meio happy hour meio balada….um mix de bom tamanho. Importante….Hetero! Rsrsrsrrs…em se tratando de Jardins, sem preconceito, somente uma constatação…..nunca se sabe como será o ambiente e a preferência sexual predominante….!

Para nossa surpresa, o ambiente era 10!  Meio escurinho, não muito conveniente para comer, mas mesmo assim pedi um sanduba de salmão com salada que foi surpreendentemente gostoso e super bem feito. A pouca luz não era problema, pois era pra comer de olhos fechados… 😎

O clima em torno bem bacana. Um pessoal em mesas, um outro tanto de pessoas meio em pé meio sentadas ao balcão…muito papo rolando e o povo sorridente e receptivo…um esquenta bacana antes do show de blues e rock que rolou em seguida….O “palco” no mesmo nível do resto do bar, permite ficar bem pertinho dos músicos. E quando começou o “pocket show” ficou melhor…som bacana. O show tem umas tantas pausas…entre uma e outra dá pra retomar o papo e puxar papo com todo mundo. Além de papo, muito xaveco. Boa interação entre o pessoal.😎

Conhecemos o Gustavo, gente boa que trabalha no Banco Espírito Santo e estava lá com outros amigos homenageando um amigo falecido. Forma UP de homenagear um amigo. Né não ? Homenagem digna de registro.

De resto ficou claro que para este frio que anda fazendo e essa chuvinha chata no país todo, ou você fica em casa lendo um livro, vendo um filme bacana, navegando na internet, namorando pelado no edredon, ou…se sair….procure música e a noite certamente será prazerosa..!

Recomendamos o All Black, na esquina da Peixoto Gomide com Oscar Freire….somzinho bacana, comida nota 10 e bem frequentado.

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.